Saneaqua usa tecnologia de ponta para implantação de redes de esgoto

A Saneaqua iniciou no final do ano passado uma série de intervenções nas ruas de Mairinque para a implantação de redes coletoras de esgoto, que levarão o esgoto das residências para a futura estação de tratamento do Jardim Vitória. Para executar essas obras, a concessionária de água e esgoto está empregando uma tecnologia de ponta, com a finalidade de causar menos transtornos à população.

O método do furo direcional, como é conhecido tecnicamente, é menos destrutivo e promove uma abertura menor no asfalto durante as obras. No geral, o método do furo direcional elimina a necessidade de abertura de valas, não interfere no ambiente externo do local, reduz danos ambientais e, principalmente, reduz custos sociais, provocando um impacto menor nas ruas, avenidas e rodovias.

Após o furo piloto atingir o ponto final da tubulação, é colocado um aparelho que permite o alargamento até o diâmetro desejado. Em seguida, é percorrido o caminho inverso do furo piloto, onde a tubulação é presa diretamente atrás do alargador e cuidadosamente puxada para cima. Essa tecnologia não é só menos invasiva, como também garante avanços rápidos, com uma ampliação da tubulação assentada, independentemente da profundidade que a rede será assentada.

Nos próximos anos, a Saneaqua investirá R$ 43 milhões para levar esgoto tratado à população de Mairinque, A empresa vai implantar as redes coletoras e coletores-tronco no município, beneficiando mais de 30 mil pessoas.